Bahia registra 74 focos de incêndio nos primeiros 3 dias de dezembro, aponta Inpe

Foto: Divulgação

 

De acordo com o Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe), a temporada de queimadas na Bahia ocorre anualmente entre os meses de setembro e novembro. No entanto, as ocorrências que ainda ocorrem em dezembro mantém o Corpo de Bombeiros da Bahia (CBM-Ba) em operação especial para conter as chamas. Na última segunda-feira (04), cerca de 200 bombeiros, com sete aviões e dois helicópteros, além de voluntários, atuaram nas áreas mais afetadas no interior do estado. O Inpe contabilizou 74 focos de incêndio na Bahia, nos três primeiros dias de dezembro.

As regiões em que o Corpo de Bombeiros atuam no momento são a Norte, Sudeste, Sul e Chapada Diamantina, nas cidades de Pindobaçu, Miguel Calmon, Jacobina, Iramaia, Ibicoara, Morro do Chapéu, Macaúbas, Brotas de Macaúbas, Mundo Novo, Rio de Contas, Barra da Estiva, Érico Cardoso, Poções Maraú, Eunápolis, Prado e Santa Cruz Cabrália.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a operação é conduzida em colaboração com o Programa Bahia Sem Fogo da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), que cedeu os sete aviões usados para os bombeiros, todos do tipo Air Tractor, adequado para o combate a incêndios e atividades agrícolas.

Os dois helicópteros são pertencentes ao Grupamento Aéreo (Graer) da Polícia Militar da Bahia (PMBA) e outro do governo de Pernambuco. Brigadistas do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e brigadistas voluntários dos municípios próximos às áreas afetadas também estão dando apoio à Operação Florestal, que iniciou em julho deste ano. Além dos combates, os bombeiros também executam medidas preventivas com a população da região.

 

 

Com informações do site Correios.

 



Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia