Áudios revelam assédio moral do ex-presidente da Caixa contra funcionários; “Isso não é uma democracia. É a minha decisão”.

Material divulgado mostra situações em que o ex-presidente da instituição acaba submetendo os subordinados a diversos constrangimentos.

Áudios revelam assédio moral do ex-presidente da Caixa contra funcionários; "Isso não é uma democracia. É a minha decisão”.
Foto: reprodução

 

Depois das denúncias de assédio sexual que culminaram na demissão do presidente da Caixa Econômica Federal, novas gravações mostram Pedro Guimarães praticando assédio moral contra funcionários do banco. Os áudios foram publicados pelo site Metrópoles. No material divulgado, há situações em que o ex-presidente da instituição acaba submetendo os subordinados a diversos constrangimentos.

Em uma reunião do Conselho de Administração do banco — de acordo com o portal —, Pedro Guimarães pede para Celso Leonardo Derziê Barbosa, um dos vice-presidentes da Caixa e amigo pessoal dele, para anotar os CPFs das pessoas que estavam no encontro para que elas fossem punidas caso vazasse alguma informação.

Em outra situação, Pedro Guimarães, ao se queixar de uma decisão que tomaram sem o conhecimento dele, diz que não se importa com a opinião dos subordinados:

“Isso não é uma democracia. É a minha decisão”.

O ex-presidente da Caixa também ameaçou de demissão os funcionários que tomarem decisões sem consultá-lo:

“Por que vocês vão tomar o risco de perder a função, cara, por uma coisa que eu não autorizei?”

A Globo News entrou em contato com a Caixa Econômica Federal sobre as novas denúncias e o conteúdo dos áudios. De acordo com o banco, “eventuais novas informações serão imediatamente integradas ao procedimento da apuração”.

 

Fonte: Globo News

Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícias.