Brasil está entre os dez lugares que mais violam direitos trabalhistas

Desemprego
Foto: reprodução

A Confederação Sindical Internacional (CSI) divulgou que as violações dos direitos trabalhistas no mundo alcançaram um patamar recorde no mundo entre abril de 2021 e março de 2022. Segundo o órgão, entre os dez piores países está a Colômbia e o Brasil. As informações são da AFP.

Dos 148 países analisados pela nona edição do Índice Global dos Direitos, em 50 deles os trabalhadores foram submetidos à violência física, ante 45 no ano anterior.

A CSI alertou que em 13 países, sindicalistas foram assassinados. Prisões e detenções arbitrárias de trabalhadores também foram registradas em 69 países.

Ainda segundo o relatório, os dez piores países para os trabalhadores em 2022 são Bangladesh, Belarus, Brasil, Colômbia, Egito, Essuatíni, Filipinas, Guatemala, Mianmar e Turquia.

No continente americano, vários países, entre eles Argentina, Colômbia, Equador, Guatemala e Honduras, foram palco de ataques violentos contra sindicalistas e trabalhadores.

A pior região do mundo para os trabalhadores é o Oriente Médio e o Norte da África, que sofrem com situações de “violação sistemática de direitos a direitos não garantidos”. O continente americano é o segundo melhor de cinco, atrás da Europa.

*Bahia.Ba