Confira 3 formas de consultar o saldo do auxílio emergencial

Ao receber suas parcelas do auxílio emergencial, o beneficiário consegue visualizar o dinheiro disponível de diferentes formas. O valor do benefício varia de acordo com a composição da família e os cidadãos devem esperar pelas datas de liberação de saques para pegar os recursos em espécie. Então, confira três maneiras de saber o seu saldo do auxílio emergencial.

Como ver o saldo do auxílio emergencial?
Entre as diferentes formas de saber o saldo e o valor devido do auxílio emergencial, o beneficiário pode acessar o aplicativo Caixa Tem, fazer uma ligação para a central 111 e acessar o portal de consultas do benefício. Além disso, vale ficar atento às datas de depósito e liberação das parcelas.

Caixa Tem
Ao acessar o Caixa Tem, o beneficiário consegue visualizar rapidamente o seu saldo do auxílio emergencial. Esse aplicativo permite o acesso à poupança social digital, que é a conta em que são feitos os depósitos do benefício.

Para entrar no aplicativo, é necessário fazer login com CPF e senha. Em caso de primeiro acesso, o usuário deve baixar a plataforma na loja de aplicativos de seu celular e efetuar um cadastro e criação de senha.

Logo na tela inicial, será possível ver os valores disponíveis da conta. Basta clicar em “Mostrar Saldo” na parte superior. Essa opção de visualizar o saldo também serve para os integrantes do Bolsa Família que recebem seus benefícios por meio dessa conta.

Se desejar ver como já usou o dinheiro do auxílio, a orientação é clicar na opção “Extrato”. Nela será possível ver como movimentou os recursos no mês em questão e também nos meses anteriores.

Além disso, o aplicativo Caixa Tem também permite o acesso a outros serviços. Por meio da plataforma, o beneficiário consegue pagar boletos e contas domésticas, assim como fazer compras online com o cartão de débito virtual. Transferências do dinheiro para outras contas e transações com o Pix são outras opções de serviço.

Telefone
Para quem prefere as ligações telefônicas, também é possível verificar o saldo do auxílio emergencial por meio da central de atendimento 111. Essa central da Caixa é exclusiva para orientações sobre o auxílio. Através dela, o cidadão pode tirar dúvidas sobre o saldo de seu benefício e outros itens realizados ao recebimento das quatro parcelas.

Então, basta discar o número 111 de seu celular ou telefone fixo. No início da ligação, que é gratuita, será necessário digitar pausadamente o número de CPF para conseguir iniciar a consulta. O horário de funcionamento da central é das 7h às 22h, de segunda à domingo.

Mais uma forma de consultar o valor disponível do auxílio emergencial é por meio do Portal de Consultas da Dataprev. Nesse caso, o cidadão consegue fazer a consulta do seu benefício a partir do número de CPF.

Para consultar, a orientação é acessar o site www.cidadania.gov.br/consultaauxilio. Esse tipo de verificação também está disponível em site e aplicativo da Caixa. Ao entrar no portal, o cidadão deve preencher os campos indicados informando o seu número de CPF, nome completo, nome da mãe e data de nascimento. Para continuar, basta clicar em “Enviar”.

Ao fazer isso, o cidadão consegue saber se está incluído na nova rodada do auxílio emergencial, os valores devidos e as datas de recebimento. Se a pessoa não tiver direito às parcelas, será informada do motivo da negativa e poderá iniciar uma contestação no próprio site. Nessas situações, é preciso verificar os prazos disponíveis para contestar.

Qual o valor do benefício?
Além de saber como consultar o saldo do auxílio emergencial, também vale entender qual deve ser o valor de suas parcelas. Afinal, as quantias variam de acordo com a composição da família. A parcela de maior valor vai para as mães solteiras, ao passo que as de menor valor vão para pessoas que moram sozinhas. Confira:

Mulher provedora de família monoparental (mãe solteira): recebe parcelas de R$ 375;
Pessoa que mora sozinha: recebe parcelas de R$ 150;
Cidadão em família com mais de uma pessoa e que não é chefiada por mulher: recebe parcelas de R$ 250.
No total, os beneficiários terão direito a quatro parcelas. Os pagamentos devem ser feitos entre os meses de abril e agosto.

Quando vou receber o auxílio emergencial?
O dia em que cada beneficiário vai receber a sua parcela do auxílio emergencial varia de acordo com seu mês de nascimento. Então, se ao verificar o saldo do auxílio emergencial e não identificar a quantia de uma nova parcela, pode ser que o seu dia de depósito ainda não tenha chegado.

Ademais, no calendário do benefício há data para crédito dos valores em poupança social digital e para liberação de saques e transferências. Sendo assim, mesmo se houver saldo do auxílio, o beneficiário pode não conseguir sacar o dinheiro caso a data de liberação ainda não tenha chegado.