Enem 2020: candidato ausente por motivo de doença tem até 29 de janeiro para enviar laudo

Candidatos inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 que não compareceram ao local de prova no domingo (17), por apresentar doença infectocontagiosa, podem solicitar a reaplicação da prova. Para tanto, é necessário enviar laudo médico para o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) a fim de comprovar o impedimento por motivo de saúde. O procedimento deve ser feito entre 25 e 29 janeiro.

A aprovação ou a reprovação da solicitação deverá ser acompanhada na Página do Participante. Os inscritos com a solicitação aprovada farão as provas nos dias 23 e 24 de fevereiro.

O primeiro dia de prova do Enem 2020 foi neste domingo (17). Nesta edição, o índice de abstenção ficou em 51,5%, segundo o Inep, maior percentual de abstenção em toda a história do exame. O maior índice havia sido registrado em 2009, com 37,7%. Em 2019, o índice do primeiro dia ficou próximo a 23%.

De acordo com o Inep, o órgão já recebeu os primeiros pedidos e comprovantes da condição até o último sábado (16/1), mas o sistema foi fechado para que os pedidos fossem avaliados e os participantes recebessem a resposta antes da aplicação.

Além da Covid-19, podem solicitar a reaplicação participantes com coqueluche, difteria, doença invasiva por Haemophilus influenza, doença meningocócica e outras meningites, varíola, Influenza humana A e B, poliomielite por poliovírus selvagem, sarampo, rubéola, varicela.

SOLICITAÇÃO

A solicitação de reaplicação do exame deverá ser feita mediante comprovação de informações na Página do Participante. Segundo o Inep, o candidato deverá inserir, obrigatoriamente, no momento da solicitação, documento legível que comprove a doença.

Na documentação devem constar o nome completo do participante, o diagnóstico com a descrição da condição, o código correspondente à Classificação Internacional de Doença (CID 10), além da assinatura e da identificação do profissional competente, com o respectivo registro do Conselho Regional de Medicina (CRM), do Ministério da Saúde (RMS) ou de órgão competente, assim como a data do atendimento. O documento deve ser anexado em formato PDF, PNG ou JPG, no tamanho máximo de 2 MB.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil