SAJ: “Os professores estão tristes e insatisfeitos”, diz advogada sobre revogação do decreto que altera carga horária da categoria

 

O decreto firmado pela gestão passada, que altera a carga horária dos professores de 20 para 40h em Santo Antônio de Jesus, será revogado. A informação foi divulgada pela APLB Sindicato e confirmada pela secretária de Educação do município, professora Renilda Barreto.

Em entrevista ao repórter Antônio Carlos, a advogada de um grupo de professores, Dr. Suzana Andrade, informou que os profissionais receberam a lista com o nome dos docentes que foram contemplados com o decreto, mas que a atual gestão não deu continuidade ao processo.

A secretaria de Educação, professora Renilda Barreto, teve uma reunião com os professores nesta quarta-feira (20). De acordo com a advogada, a secretária alegou diversas dificuldade para manter o ato da forma que foi publicado em dezembro. “Esses professores estão muito tristes, insatisfeitos, obviamente. A publicação do enquadramento ocorreu por uma seleção, que foi composta por uma comissão democraticamente instituída pelo sindicato e outras categorias”, explicou.

De acordo com a advogada, o grupo de professores quer  que se mantenha o processo de enquadramento, dando continuidade ao decreto. “Essa é uma luta antiga, as solicitações foram feitas em 2016 “, lembrou.

A advogada criticou a postura da secretaria que, segundo ela, disse já existir um parecer pela revogação do decreto. “Ela ainda salientou que poderemos apresentar algumas propostas, para construção do enquadramento”, concluiu.