Ensino híbrido: o que é e como se aplica

Com oferecimento da Unijorge

Os profissionais da educação estão buscando mais inovação na aprendizagem, principalmente, nos dias atuais. Devido ao isolamento social, novas metodologias devem ser incluídas na rotina, e o ensino híbrido pode ser um aliado importante nesta jornada, uma vez que une a educação da forma como já a conhecemos com a tecnologia.

A sociedade está em constante transformação e, consequentemente, as formas de aprendizagem também se modificaram. Visto isso, as escolas precisam ampliar sua visão sobre a forma como as informações estão sendo processadas no contexto social atual, que conta com uma forte presença do digital.

Mas, o que é o ensino híbrido e como ele pode ser aplicado no dia a dia da escola, contribuindo no processo de ensino-aprendizagem do aluno? Se ficou curioso para saber mais sobre esse tema, é só continuar com a leitura!

Afinal, o que é o Ensino Híbrido?

O ensino híbrido é a modalidade de ensino que combina práticas presenciais e remotas, por meio do uso de ferramentas digitais. O ato de educar sempre permeou por espaços e tarefas diferentes, desta forma, vemos que a educação sempre foi, em sua base, híbrida.

Esse tipo de ensino pode ser considerado uma proposta inovadora para a educação, visto que permite a aplicabilidade de diversas formas de aprendizagem-ensino no dia a dia. Assim, nesse modelo, o estudante pode ter acesso a aulas online ou presenciais, já que a combinação delas pode estimular uma maior capacidade e interação social nos alunos.

Com o apoio das plataformas de ensino, aplicativos e também mídias informativas, se tornou possível absorver as informações necessárias, aquelas que aconteceriam na sala de aula.

Dessa forma, o ensino híbrido  vem se tornado um poderoso aliado às formas de aprendizagem nos mais variados contextos educacionais. No entanto, as escolas brasileiras estão incluindo essa modalidade de ensino bem aos poucos.

No entanto, não é somente a mistura do virtual com o presencial que caracteriza o modelo híbrido, mas também a forma com que o aluno aprende, sendo de forma individual ou colaborativa.