SAJ: pais de alunos denunciam falta de professores e transporte escolar sem manutenção, “Dias sem aulas”

falta

Falta de aula, de professores e transporte sem manutenção. Essas são algumas denúncias na área da educação de Santo Antônio de Jesus neste ano.

A denúncia que mais chega ao Blog do Valente é da falta de aula em alguns colégios da cidade.

A escola José Sá Teles no Benfica lidera as reclamações. Em março, dias depois do retorno das aulas, pais de estudantes relataram que seus filhos estavam sem poder estudar por falta de professor.

No começo de abril, outros pais de alunos da mesma escola reivindicaram a ausência de aula (aqui).

“Já começou as aulas há mais de trinta dias e ainda não tem professor. Segundo a direção da escola, os professores dizem que para o Benfica não vem por conta de transporte que a prefeitura não disponibiliza e nossa crianças sendo prejudicadas. Já tiveram dois anos sem aula e agora sem professor. Nós mães queremos uma explicação da Secretaria de Educação e prefeitura sobre o que está acontecendo”, disse uma mãe.

De acordo com os pais, a direção da escola informou que está esperando profissionais do Reda.

“Isso já tem 15 dias, depois dizem que chegam profissionais, mas não tem transporte”, frisou.

Alem disso, outra denúncia é acerca da quantidade de alunos na sala de aula. Conforme os pais, nas salas das crianças de 3 anos de idade, têm 25 a 30 alunos.

“Contratando estagiários, pagando bolsa estágio para economizar”, denunciou outro pai.

As crianças autistas também passam por dificuldades. Diversos pais relataram que seus filhos não podem estudar por falta de cuidador para as crianças (ver aqui).

Transporte escolar

A situação do transporte escolar também não está boa. Segundo Zé Reis, os pneus dos veículos estão carecas, sem manutenção e com vazamento.

“A Educação está horrível, inclusive a manutenção dos veículos. Não paga oficina tem 40 dias, e os pneus carecando, alguns na lona, e a ordem é não trocar para economizar recursos”, pontuou.

Ainda segundo as denúncias, na porta da Secretaria tem um ônibus parado há 12 dias.

“O veículo está com um vazamento porque não renovaram o seguro da frota, daí não pode chamar um guincho. O ônibus placa 1876 está com os pneus lisos também”.