Mulher é presa após agredir taxista que recusou sexo como pagamento

Mulher é presa após agredir taxista que recusou sexo como pagamento

Uma jovem de 25 anos foi presa após agredir um taxista que não aceitou o pagamento de uma corrida em forma de sexo. O caso aconteceu em Plymouth, Inglaterra. O serviço custou o equivalente a R$ 130.

De acordo com o processo, Gemma Pinkerton agarrou as partes íntimas do taxista e se ofereceu para sexo. O homem reagiu, foi agredido, mas conseguiu expulsar a mulher do veículo e chamar a polícia.
Gemma foi condenada a dois anos e meio de prisão esta semana, mas o caso aconteceu em julho de 2015.
Gemma é sem-teto e vive de prostituição
(iBahia)