Chamada de ‘pirralha’ por Bolsonaro, Greta Thunberg é eleita ‘Pessoa do Ano’ pela Time

               Foto: Reprodução / Instagram @gretathunberg

Com apenas 16 anos, a ativista sueca Greta Thunberg foi eleita a “pessoa do ano” pela revista “Time”. A escolha pela garota foi anunciada nesta quarta-feira (16) pela publicação. No passado, alguns dos escolhidos foram o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, o papa Francisco e jornalistas mortos e presos.

Greta tem ganhado maior notoriedade por liderar movimentos estudantis na luta contra o aquecimento global e em defesa do meio ambiente. Em 2018, por exemplo, ela deixou de frequentar suas aulas às sextas-feiras, em Estocolmo, para protestar. Segundo o G1, esse ato gerou tanto engajamento que se tornou uma campanha mundial, batizada de ‘Fridays for Future” (Sextas-feiras pelo Futuro, em tradução livre).

Entre os atos de mais destaque neste ano, teve a indicação ao Nobel da Paz e a viagem de barco feita de Londres, na Inglaterra, aos Estados Unidos para participar de uma conferência sobre o clima na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York.

 

ALVO DE BOLSONARO

Greta recebe o título apenas um dia após ser chamada de “pirralha” pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Ele fez a ofensa ao criticar o espaço dado pela imprensa para a ativista, minimizando a relevância dela.  “A Greta já falou que os índios morreram porque estavam defendendo a Amazônia. É impressionante a imprensa dar espaço para uma pirralha dessa aí, pirralha”, declarou o presidente depois que ela compartilhou um vídeo sobre as mortes dos indígenas brasileiros e disse que eles foram assassinados na tentativa de proteger a floresta do desmatamento ilegal.  Como resposta ao brasileiro, a jovem alterou sua biografia resumida no Twitter para “pirralha”. (Bahia Notícias)