Empresa desiste de contratar Geddel e dificulta semiaberto para ex-ministro

 

 

Uma distribuidora de combustíveis de Salvador informou ao Supremo Tribunal Federal (STF) que cancelou a oferta de emprego a Geddel Vieira Lima, alegando problemas financeiros para efetuar a contratação para o cargo de assessor da diretoria administrativa. Segundo publicação do Antagonista, o trabalho regular é condição necessária para que ele saia da cadeia durante o dia no semiaberto.