Placa no prédio da PGR em Brasília amanhece pichada

A sede da Procuradoria-Geral da República (PGR), em Brasília, foi alvo de pichação na madrugada de hoje e foi renomeada de “Procuradoria-Geral do Bolsonaro”. Pela manhã, funcionários do órgão encontraram a pichação. Em comunicado à imprensa, a PGR afirmou que “repudia o ato de vandalismo”.

Funcionários do órgão trataram de apagar as palavras logo cedo. “A Procuradoria-Geral da República repudia o ato de vandalismo contra sua sede,  que já se encontra em investigação para responsabilização civil e criminal do ato que danificou patrimônio público. As medidas de reforço na segurança das unidades de todo o país serão tomadas com a maior rapidez possível. Bem como as demais medidas administrativas que se fizerem necessárias”, disse a PGR.

Responsável por tomar a decisão de apresentar ou não denúncia sobre a suposta interferência de Jair Bolsonaro na Polícia Federal, procurador-geral Augusto Aras já foi elogiado diversas vezes pelo presidente. O inquérito foi aberto a partir de decisão do ministro Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello. Aras já teve o nome ventilado pelo próprio Bolsonaro, que cogitou publicamente, inclusive, indicá-lo ao STF durante seu mandato.

Fonte: Metro1