Eduardo Bolsonaro defende atirador preso por matar 2 pessoas em protesto nos EUA

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) defendeu hoje (27), em suas redes sociais, o atirador de 17 anos preso acusado de matar dois manifestantes durante protestos antirracistas em Kenosha, nos Estados Unidos.

O parlamentar postou um vídeo no qual o jovem afirma que está lá para “proteger o comércio”. “Então, as pessoas estão se machucando e nosso trabalho é proteger o comércio, e parte do meu trabalho também é ajudar as pessoas. Então, se tem alguém ferido, eu estou correndo em direção ao perigo”, afirma o adolescente, no vídeo. “Por isso, eu tenho meu rifle, para proteger a mim mesmo, obviamente, mas também tenho um kit médico”, completou o jovem, que foi acusado pelas autoridades norte-americanas por homicídio doloso em primeiro grau.

Após o vídeo, Eduardo Bolsonaro postou: “Este é o atirador que se defendeu do BLM (Black Lives Matter). A esquerda o chama de supremacista branco, dá para acreditar?”.

Confira:

Fonte: Metro1