Alan Sanches cobra que a Educação seja prioridade no governo Rui

Ao constatar que a Bahia está na antepenúltima colocação entre os 27 estados do país nos resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de 2019  entre os alunos do Ensino Médio, o deputado estadual Alan Sanches (DEM) chama atenção que a educação precisa ser prioridade de qualquer gestão e cobra isso do governo Rui Costa (PT).
Empatado com o Rio Grande do Norte, a nota dos baianos – 3,5 – só foi não foi pior do que a dos estudantes do Amapá e Pará (3,4) e está longe da meta estipulada para este ano, que era de 4,5. A média brasileira prevista é de 5,0.
É vergonhoso a situação que a Educação da Bahia se encontra, alerta o deputado.  “O governo Rui Costa não conseguiu avançar. Até tentou, mas não conseguiu avançar. E quem sofre com isso? Nossos jovens que acabam perdendo grandes oportunidades de crescimento pessoal e social. Contudo, uma administração séria não pode ignorar que Educação como um todo é o pilar de uma sociedade, é base de tudo, mas infelizmente o governo da Bahia prefere viver de discursos. Graças a Deus esse governo do PT chega ao fim. A Bahia não merece isso”, cutucou.
“É preciso investir muito forte e, de fato, ensinar nossos estudantes a pensar. Deixar esse método utilizado arcaico que não fará os alunos avançarem. Investir no aperfeiçoamento dos professores que é uma promessa antiga e em estratégias pedagógicas inovadoras, com avaliações, simulados como processos de rotina, por exemplo para enfrentar processos importantes como o Enem”, pontuou Alan Sanches, lamentando a atual realidade onde instituições públicas tiveram nota de 2,3.

Segundo ele, o executivo estadual tem como exemplo o executivo municipal. “Mais uma vez, Salvador cresce em qualidade de educação. De acordo com o Ideb 2019, no Ensino Fundamental I, Salvador cresceu de 5,3 em 2017 para 5,6 em 2019 – índice superior à meta estabelecida para 2021. No Ensino Fundamental II, esses números passaram de 3,9 em 2017 para 4,3 em 2019, ultrapassando a meta estabelecida pelo MEC. Se comparados a 2013, os índices dos dois segmentos registraram crescimento acima de 40%. Salvador está entre as três capitais que mais avançaram no IDEB IDEB nos dois segmentos nesse período”, indicou.

O Ideb é um índice utilizado pelo MEC para avaliar o desempenho dos estudantes de escolas públicas – redes estadual, municipal, e federal – e privadas, em três níveis: no 5º ano, que se refere às notas dos anos iniciais do Ensino Fundamental, no 9º ano (anos finais do Ensino Fundamental), e no 3º ano do Ensino Médio. O índice, que vai de 0 a 10, é calculado com base na aprovação escolar e nos exames do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), ao qual os alunos são submetidos a provas de Matemática e Língua Portuguesa.

Ascom Alan Sanches




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *