Deputado Marcell Moraes é cassado pelo TSE e fica inelegível por 8 anos: ‘eu voltarei e como o mais bem votado’

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) optou, em votação unânime nesta terça-feira (27), pela cassação do deputado estadual Marcell Moraes (PSDB), acusado de abuso de poder econômico nas eleições de 2018. A decisão reverte a absolvição do parlamentar no Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA).

Marcell terá o diploma cassado, perderá o mandato e terá seus votos anulados, além de ficar inelegível por 8 anos, começando a contar a partir de 2018.

Relator do processo, o ministro Sérgio Banhos afirmou que existem “provas robustas” de que Marcell valeu-se das campanhas de vacinação e castração de animais gratuitas ou com valores bem inferiores aos praticados no mercado para fins eleitorais.

“Eu voltarei como o mais bem votado”

Após ficar sabendo da decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre a cassação do seu mandato de deputado na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), no final da noite desta terça-feira (27), o agora ex-deputado Marcell Moraes usou as redes sociais para comentar o assunto.

Em live no seu perfil do Instagram, o deputado tucano declarou: “Eu fico triste e fico feliz que cumpri minha missão. Saio de cabeça erguida. Não roubei e não peguei dinheiro público. Estou bem. Todo mundo cai um dia e você precisa estar forte para se levantar. Eu, gracas a Deus, estou firme e forte”, disse Moraes.

“Se o TSE e o Conselho de Medicina Veterinária acham que vão me calar, não vão. Eu volto em seis anos e vou ser o deputado mais votado da Bahia”, afirmou.

Marcell terá o diploma cassado pelo TSE, perderá o mandato e terá seus votos anulados, além de ficar inelegível por 8 anos, começando a contar a partir de 2018.

Fonte: Bahia.Ba