Direção da Câmara decide nesta terça se envia caso da deputada Flordelis ao Conselho de Ética

A Mesa Diretora da Câmara dos Deputados se reúne às 10h desta 3ª feira (27.out.2020) para decidir se envia o caso da deputada Flordelis (PSD-RJ) ao Conselho de Ética. O processo pode levar à cassação do mandato.

A congressista é acusada de ser a mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo, morto a tiros em junho de 2019, em Niterói, no Rio de Janeiro. Ela diz ser inocente.

Flordelis segue em liberdade por ter imunidade parlamentar. Ela está sendo monitorada por uma tornozeleira eletrônica desde 8 de setembro.

A reunião da direção da Câmara vai ser realizada na residência oficial do presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), em Brasília. A Mesa Diretora é formada por Maia, 6 integrantes titulares e 4 suplentes.

Os deputados vão analisar e votar o parecer do corregedor da Câmara, deputado Paulo Bengtson (PTB-PA). Em 1º de outubro, Bengtson recomendou que o processo disciplinar contra Flordelis siga para o Conselho de Ética da Casa. Ele concluiu que a deputada não apresentou provas de que ela não violou a regra do decoro parlamentar.

Para o parecer ser aprovado, é necessária maioria simples na votação da Mesa Diretora. Caso o grupo dê seguimento, abre-se o processo no Conselho de Ética, onde haverá 1 novo relator que analisará o caso pela perda ou não do mandato de Flordelis.

Fonte: MSN