Pleito de 2020 não deve interferir em 2022, diz presidente do PT baiano

O presidente do PT na Bahia, Éden Valadares, afirmou na manhã desta segunda-feira (30) que o resultado das eleições municipais não devem interferir no pleito de 2022. O PT não teve prefeito eleito em nenhuma capital brasileira.

Para Valadares, o quadro político da eleição de 2016 não interferiu em 2018 e isso deve acontecer novamente em 2022. “Eu penso que há uma certa precipitação nessa leitura”.

“Nós, do PT Bahia, aumentamos nossa votação, o que foi positivo. Mesmo em Feira e em Conquista a gente aumentou nossa votação. Mas claro que ficou um gostinho de quero mais; claro que sonhamos e trabalhamos para vencer nestas duas cidades. Mas se você olhar as eleições estaduais anteriores, nós vencemos em Salvador, Camaçari, Conquista, que são cidades administradas pela oposição”, ressaltou.

O petista agradeceu aos candidatos petistas e à militância do partido pelo trabalho no pleito que foi encerrado no domingo (29). Ele disse ainda que é hora de “renovar os quadros”.

“Desejar boa sorte aos eleitos. E dizer que é hora de humildade para aprender com os erros, e muita coragem para evoluir. É tempo de atualizar nosso programa e de renovar nossos quadros. Esse é um processo já em andamento, mas que será aprofundado a partir de agora”, acrescentou.

*Bahia.Ba