“Eu não podia pagar por essa briga ACM Neto x Maia” diz João Roma

João Roma

João Roma, o novo ministro da Cidadania, disse que aceitou assumir o comando da pasta em razão de uma “missão partidária”.

Em entrevista ao G1, Roma afirmou ainda que não foi “faz de conta” o apelo de ACM Neto, presidente do DEM, para que ele não aceitasse o posto no governo Jair Bolsonaro.

“Está doendo no meu coração [a briga com Neto] mas eu não podia fugir de uma missão partidária. É um momento de união e vou assumir o ministério cuidando de quem mais precisa”, disse.

“Não foi faz de conta a resistência de Neto. Lamento que tenha sido assim, mas a decisão é do Republicanos. Eu não podia pagar por essa briga ACM Neto x Maia. Falei com Maia hoje, que disse que torce por mim, mas não podia deixar de criticar Neto.”

Ontem, Rodrigo Maia criticou ACM Neto e associou a nomeação do deputado do Republicanos para o Ministério da Cidadania a uma articulação do ex-prefeito de Salvador.

Fonte: O Antagonista