PSL e MDB selam aliança na Bahia visando eleições em 2022

Foto: Divulgação / Ascom

Integrantes do PSL e do MDB na Bahia já estão se articulando para formar uma espécie de bloquinho nas eleições de 2022. A aliança entre os dois partidos está selada e conversas têm sido frequentes, conforme disse a presidente estadual do PSL, Dayane Pimentel, em entrevista ao bahia.ba nesta sexta-feira (19).

“Temos conversado muito com outros partidos, inclusive com o MDB, de caminharmos juntos. Nossos diálogos com o MDB têm sido progressivos. Queremos caminhar juntos em busca daqueles que compreendam a necessidade de respeitar as nossas legendas, dentro do que cada um representa”, afirmou.

Entretanto, segundo ela, o PSL ainda não descarta a possibilidade de lançar candidatura própria para o governo da Bahia em 2022.

Bolsonaro – No âmbito nacional, Dayane Pimental disse que não há chances de o presidente Jair Bolsonaro, hoje sem partido, retornar à sigla para tentar a reeleição. A deputada negou que o retorno do presidente ao partido tenha sido condicionado à sua expulsão.

“Para mim seria uma honra se ele proferisse isso, porque significaria que eu incomodo um presidente da República. Não é para qualquer um. Porém, onde o presidente mais atingiu foi o próprio Luciano Bivar, que é o presidente nacional do partido. Não existe essa possibilidade de retorno. O PSL raiz desacredita no retorno do presidente Bolsonaro, até porque nossos projetos são outros”, declarou.