Não abusem da paciência do povo, diz Bolsonaro em novas críticas a medidas de restrição

Foto : Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro voltou a atacar duramente neste sábado as medidas de restrição de circulação adotadas por governadores e prefeitos para frear a disseminação do coronavírus, repetiu que o Exército não vai para as ruas obrigar ninguém a ficar em casa e disse que não se deve abusar da paciência do povo.

“Tudo tem um limite, eu, todo meu governo, nós estamos do lado do povo”, disse Bolsonaro em visita em casa de venezuelanas em São Sebastião, no Distrito Federal.

“Não abusem da paciência do povo brasileiro”, acrescentou.

No pior momento da pandemia no Brasil, com seguidos recordes de mortes devido à Covid-19 e grandes números diários de infecções, o presidente afirmou que “a política do fica em casa, fecha o comércio está errada” e repetiu mais uma vez que o “o povo tem que trabalhar”.

“Eu tenho poder para numa canetada fazer lockdown no Brasil todo, mas isso não será feito”, disse.
Fonte: IstoÉ