Pesquisa XP/Ipespe: Rejeição ao governo de Bolsonaro cresce e chega a 48%

A rejeição ao governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a crescer, segundo dados da nova rodada de pesquisas XP/Ipespe. Aqueles que consideram a gestão federal ruim ou péssima eram 45% em março e chegaram a 48% neste mês de abril.

Nos últimos seis meses, a avaliação negativa da gestão pulou de 31% para 48% dos entrevistados, ao mesmo tempo em que os que consideram a administração ótima ou boa diminuíram de 39% para 27%.

Por outro lado, a avaliação da atuação de Bolsonaro no combate ao novo coronavírus teve uma pequena melhora no último mês. Em março, 61% dos entrevistados consideravam ruim ou péssimo o enfrentamento do presidente à doença. Agora, em abril, são 58%. Aqueles que avaliam a gestão da pandemia ótima ou boa eram 18% e agora são 21%.

Foram realizadas 1.000 entrevistas em todo o território nacional, nos dias 29, 30 e 31 de março. A margem de erro máxima é de 3,2 pontos percentuais para o total da amostra.

GOVERNADORES

A avaliação dos governadores piorou. Em fevereiro, a última vez em que a pergunta foi realizada pela pesquisa XP/Ipespe, 23% dos entrevistados consideravam ruim ou péssima a administração de seu gestor estadual. Em abril, são 31%.

Outros indicadores mostram que nunca esteve tão grande o medo que os entrevistados dizem ter sobre a pandemia. São 55% os que dizem estar com muito medo da doença, contra 49% no último levantamento.

Fonte: BN