‘A gente não pode banalizar o impeachment’, diz prefeito de Salvador

Foto: Reprodução Youtub

O prefeito de Salvador, Bruno Reis, contestou nesta terça-feira (14) aqueles que defendem o impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Sem se ater às acusações contra o titular do Palácio do Planalto, Bruno Reis ressaltou que “na minha opinião a gente não pode banalizar o Instituto do Impeachment. A gente não pode falar em impeachment nem em golpe. Quem estiver insatisfeito com o governo terá a oportunidade nas eleições”, disse.

As declarações foram feitas na entrevista em que apresentou a Carteira Digital de Vacinação elaborada pela prefeitura. Sobre a sucessão presidencial, Bruno Reis avaliou que muita coisa ainda vai acontecer, identificando chances tanto no atual presidente, no ex-presidente Lula (PT) ou mesmo uma terceira via. Para o prefeito, o sentimento da população no próximo ano vai definir o próximo governo federal.

“Os últimos presidentes que se elegeram, um ano antes das eleições, ninguém imaginava que seriam eleitos”, frisou.”O cenário ainda está muito aberto. Pode acontecer de tudo ou permanecer com o que está”.