Juristas se unem em defesa do resultado que elegeu Doria nas prévias do PSDB

A carta dos advogados surge em um momento em que os chamados partidos da Terceira Via discutem a formação de uma chapa única
Juristas se unem em defesa do resultado que elegeu Doria nas prévias do PSDB
Imagem: Becker/Futura Press

Na tarde desta quarta-feira, dia 20 de abril, 73 juristas de diversas partes do país assinaram um manifesto que corrobora o apoio ao resultado das prévias realizadas pelo PSDB em novembro de 2021. No processo, similar às primárias americanas, 45 mil filiados e membros do tucanato escolheram o nome de João Doria como representante do partido para disputar a Presidência da República em 2022. O pleito custou 12,2 milhões reais advindos do Fundo Partidário.

Na carta: “ninguém no Partido ou fora dele tem autoridade para violentar os 34 anos de história da Social Democracia, para rasgar o Estatuto ou para anular a decisão democrática, soberana e irrevogável dos filiados em função de interpretações pessoais e subjetivas sobre o quadro eleitoral, ou articulações desautorizadas com outros Partidos Políticos”.

A carta dos advogados surge em um momento em que os chamados partidos da Terceira Via discutem a formação de uma chapa única formada por União Brasil, MDB, Cidadania e PSDB.