STF julga neste mês se Lira é obrigado a analisar impeachment de Bolsonaro

STF julga neste mês se Lira é obrigado a analisar impeachment de Bolsonaro

Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) vão julgar este mês se o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP), deve ser obrigado a analisar pedido de impeachment do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Segundo informações da coluna de Guilherme Amado, no portal Metrópoles, a ação movida pelo movimento Vem Pra Rua e relatada pela ministra Cármen Lúcia foi incluída nesta quinta-feira (5) em julgamento virtual marcado para os dias 13 e 20 deste mês.

Ainda de acordo com a publicação, o movimentou ingressou com o processo no STF em agosto do ano passado, alegando que Lira vem agindo com “reiterada inércia” para analisar pedidos de impedimento contra Bolsonaro. Na ocasião, passavam de 120 acusações de crime de responsabilidade e solicitações de impeachment contra o presidente.

“As mais de 120 denúncias formuladas anteriormente também não foram lidas na sessão seguinte ao seu recebimento”, afirmou o Vem Pra Rua. A ação foi rejeitada pela ministra Cármen Rua na mesma semana, mas a entidade apresentou um recurso.

A Advocacia-Geral da União, segundo a coluna, solicitou que a ação seja novamente rejeitada. A Procuradoria-Geral da República, por sua vez, ainda não se manifestou no processo.

*Bahia.Ba