Adolescente é obrigada a inalar substância pelo próprio pai; marcas de queimaduras pelo corpo

Na tarde desta terça-feira (08), a equipe do SAMU de Santo Antônio de Jesus recebeu uma solicitação preocupante sobre uma adolescente de 12 que estava tendo alucinações, depois de ser obrigada pelo pai a inalar uma espécie de pó branco, (não identificado de imediato). A mesma foi atendida pelos profissionais, e em seguida encaminhada ao HRSAJ, enquanto estava sendo atendida pelos socorristas e médicos, a adolescente relatou que foi puxada pelo pé e jogada no chão, onde foi obrigada a fazer o uso de tal substância, o que deu uma sensação de pancada na cabeça e ficou inconsciente e tendo alucinações, e quando veio em si, já estava no hospital.

download

Dr. Fábio esteve em entrevista à rádio Recôncavo e contou que a menina disse que as pessoas que a brigaram a inalar o pó tentaram abusa-la sexualmente e que estava sentindo dores, e o resultado de exames mais minuciosos detectaram queimaduras superficiais e nítidas, supostamente feitas por pontas de cigarro, em algumas partes do corpo, inclusive nas partes internas das coxas. A menina recuperou os sentidos, conseguiu lembrar seu nome e onde mora. Consciente, ela comunicou à polícia que o seu próprio pai foi o autor do crime, e agiu com amigos.

Lucas Santos, presidente do Conselho Tutelar comentou que toda equipe do conselho estão adotando as medidas cabíveis para proteção e preservação da identidade da adolescente, e a mãe da menor está ciente do ocorrido e está contribuindo com o andamento do caso, quanto ao pai, o conselho não teve contato, e já se trata de um inquérito policial, “Ela está em um lugar seguro e as medias estão sendo tomadas”, assegurou, o caso está chegando ao Ministério Público e a adolescente está tendo acompanhamento psicológico. Acrescenta que a prioridade está voltada para a saúde física e mental da mesma, está sob os cuidados dos conselheiros e a equipe de alta complexidade da cidade.

 

Blog do Valente