SAJ: “iremos fazer uma sindicância, mas acredito na credibilidade do secretário”, diz prefeito sobre polêmica da Romastur

Imagem: Blog do Valente

Depois da repercussão das denúncias feitas a respeito do Transporte Público e do depoimento do secretário Cosme Bittencourt na Câmara de Vereadores, o prefeito de Santo Antônio de Jesus, Genival Deolino, disse que abriu sindicância para apurar a situação.

“Estamos realizando uma portaria de sindicância para apurar. Qualquer denúncia na área pública é importante que haja apuração. Estamos fazendo essa apuração e por enquanto não posso me pronunciar.”

Em entrevista ao radialista Léo Valente, o gestor garantiu que mantém sua confiança no seu secretariado e acrescentou que, se houver, de fato, após as apurações que estão sendo realizadas, que houve dolo, qualquer funcionário envolvido deverá ser excluído da administração.

“Eu acredito em nosso secretário, porque é uma pessoa direita, uma pessoa que tem credibilidade e tenho certeza que no final, depois que apurarmos tudo, não vai haver nada que venha denegrir a nossa gestão ou mesmo a imagem do nosso secretário. Então vamos fazer apuração e muito em breve teremos o resultado dessa apuração.”

O prefeito descartou a possibilidade de afastamento do secretário durante as apurações.

“Olha, eu não acho nesse momento necessário ainda, mas vamos verificar no transcorrer das apurações para vermos a necessidade ou não. Até porque todos conhecem a lisura que é a nossa gestão. Eu confio no secretário Bittencourt, confio em todos os nossos secretários e tenho certeza que esclarecido da melhor forma possível. Já está sendo publicado, talvez amanhã ou segunda-feira, essa portaria para que seja apurado os fatos e se tiver que punir, vamos punir aquelas pessoas que realmente tenham participado alguma questão que não seja de acordo com a orientação que é dada pelo gestor.”

Genival reafirmou a confiança e a lisura de seu corpo de secretário

“Confio na nossa equipe, nos nossos secretários, nos nossos diretores, mas se pisar na bola, a gente não pode continuar com nenhum funcionário público, né? Que venha denegrir, que venham criar algum problema para a nossa gestão ou para o a gestão pública de Santo Antônio de Jesus. Então a gente trabalha com muito afinco procurando cada vez mais criar condições para que o setor público seja mais acreditado, para que a gente tenha cada vez mais condições de mostrar o quanto é importante a gente zelar pelo setor público, pelo recursos públicos. Então, aquele secretário ou funcionário público que pisar na bola, nós não podemos continuar com ele.”

Ainda conforme o gestor, a sindicância de apuração será realizada pela administração, sem a necessidade de contratar qualquer empresa de fora.

“Nós vamos fazer essa comissão com o pessoal da Prefeitura, eu acredito nas pessoas, vamos procurar pessoas que tenham credibilidade, que apurem definitivamente essa questão, até porque nós sabemos que nós tínhamos um transporte caótico no passado, nós tínhamos apenas oito carros, oito micro-ônibus foram para para vinte micro-ônibus, houve uma queda nesse final aí e precisamos entender o que foi que aconteceu nesse período para que possamos, assim, dar uma melhor qualidade de transporte. Inclusive já estamos providenciando a licitação para que a gente possa definitivamente ter essa concorrência com empresas diversas dar uma melhor qualidade ao transporte público da nossa cidade.”

O prefeito revelou ainda que uma empresa de pesquisa sobre o transporte público foi contratada e que em breve será lançado edital de licitação para concorrência de contratação para empresas possam desenvolver o trabalho de transportes no município.

“Já contratamos uma empresa, que já está trabalhando, fazendo todo o levantamento, todo o diagnóstico para o transporte coletivo de Santo Antônio de Jesus e muito em breve estaremos publicando a licitação para que várias empresas participem e possamos dar um transporte de qualidade aos nossos munícipes.”

Questionado se a Romastur continua no município ou se poderá concorrer a licitação, o prefeito disse que se não houver comprovação das denúncias sobre desvio de verbas ou conduta da empresa, ela é apta a concorrer.

“Olha, por enquanto ela vai continuar, porque nós não vamos apurar e consequentemente você não pode fazer essa mudança tão rapidamente, mas estamos apurando para ver o que é que se pode ser feito durante esse período até o período da licitação. Acredito que essa licitação não vai demorar, primeiro nós estamos fazendo todo o diagnóstico, roteiro, é todo um processo para que a partir daí nós possamos a licitação e aí teremos sim um transporte coletivo de qualidade, definitivo para Santo Antônio de Jesus, o que nunca houve em há muitos anos. Se tiver alguma condenação, alguma coisa errada, não, mas até o momento não tenho nada que que impeça. Não tem nada oficial, então a Romastur pode concorrer sim, sem dúvida.”

O prefeito acrescentou ainda que já existem várias empresas que demonstraram interesse na disputa de concorrência e que em janeiro, uma nova empresa estará com a concessão do transporte público da cidade.



Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia