Outubro Rosa: Hospital da Mulher realiza 100 punções de mama na Policlínica Regional do Reconvale

Como forma de assegurar o distanciamento social imposto pela pandemia de Covid-19, o Hospital da Mulher adotou estratégia itinerante para a Campanha Outubro Rosa 2020. A unidade realizará, através da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) e em parceria com as Policlínicas Regionais de Saúde, punções de mama guiadas por ultrassonografia para diagnóstico do câncer de mama.
Todos os fluxos serão realizados em acordo com os protocolos de saúde e segurança preconizados pela Sesab, Ministério da Saúde e Organização Mundial da Saúde (OMS). Para tanto, serão respeitados o distanciamento social, o uso de máscaras e higienização constante das mãos, assim como de utensílios e ambientes.
Os procedimentos serão realizados pelas equipes multiprofissionais do Hospital, em cada uma das 16 Policlínicas contempladas. A Policlínica de Santo Antônio de Jesus será a primeira a participar da ação, nos dias 2 e 3 de outubro. Ao todo, cerca de mil mulheres serão beneficiadas durante toda a Campanha. “Esta ação vem para atender uma demanda já existente de pacientes com lesões na mama. Nosso objetivo é, principalmente no meio dessa pandemia, levar parte
do Serviço de Mastologia até a paciente e à região delas, de maneira que as pacientes não precisem se deslocar, ampliando a oferta desse procedimento”, explicou o coordenador do Serviço de Mastologia do Hospital da Mulher, André Dias.
O Hospital da Mulher é referência nacional no atendimento à saúde da mulher. Desde a inauguração da unidade, em 2017, mais de 880 mil exames e procedimentos como punções, mamografias e estereotaxia, além de mais de 30 mil cirurgias já foram realizados pela unidade.
*Como funciona a ação?*
Cada Policlínica classificou as pacientes com perfil necessário à participação na ação. Em seguida, foram agendadas e disponibilizadas às pacientes as datas dos procedimentos com especialista do Hospital da Mulher.
A realização dos procedimentos seguirá durante os meses de outubro e novembro. Após a realização, identificada a necessidade de tratamento, a paciente será encaminhada para Hospital da Mulher.
Em média, 100 mulheres irão realizar a punção na Policlínica de Santo Antônio de Jesus. “Então, o Hospital da Mulher vem realizar essa ação para garantir que se consiga fazer o diagnóstico precoce”, explicou Aline Laranjeira, diretora da policlínica, em entrevista ao repórter Antônio Carlos.
Aline lembrou que o trabalho de prevenção tem de ser feito todo o ano. “Então mulher, não espere o Outubro Rosa para se cuidar”, frisou.
Dr. André dias,  coordenador de Mastologia do Hospital da Mulher, explicou que serão realizadas 50 biopsia por dias, totalizando 100. Para atendimento, as mulheres devem ter acima de 14 anos, ter o atendimento agendado pelo município e a solicitação do médico para a realização da biopsia.