Ex-vereador preso por fraude é autorizado a viajar

Foto: divulgação

Preso em 2017 no âmbito da Operação Citrus, o ex-vereador e secretário municipal de Ilhéus, Jamil Ocké, foi autorizado a deixar o município para comemorar seu aniversário em Salvador. A decisão foi do desembargador Abelardo Paulo da Matta Neto.

Jamil, que foi o vereador mais votado de Ilhéus em 2016,  foi preso por fraudes em contratos públicos envolvendo “materiais de expedientes/escritórios” enquanto atuava como secretário municipal em 2009. De acordo com o Ministério Público do Estado (MP-BA), o rombo é superior a R$ 20 milhões.

Ocke chegou a ficar cinco meses preso no presídio Ariston Cardoso, em Ilhéus, no sul da Bahia, e responde em liberdade desde agosto de 2017.

*Bahia.Ba



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *