Tiroteio na Rocinha deixa ao menos um morto, segundo a polícia

Ao menos uma pessoa morreu durante o intenso tiroteio que acontece desde o começo da manhã deste domingo (17) na comunidade da Rocinha, na Zona Sul do Rio. A vítima foi identificada como Thiago Fernandes da Silva, de 25 anos. A informação é do repórter Eduardo Tchao. Moradores, no entanto, dizem que há mais vítimas do confronto.

Imagens mostram criminosos armados correndo pela Rocinha (Foto: Reprodução/Whatsapp)

Imagens mostram criminosos armados correndo pela Rocinha (Foto: Reprodução/Whatsapp)

A 11ª DP (Rocinha), informou que o pai de Thiago foi para a delegacia após a morte do filho. Segundo a unidade policial, o rapaz já tinha várias passagens pela polícia. Entre os crimes listados estão tentativa de homicídio, tráfico de drogas e corrupção de menores. Até as 12h15 não havia detalhes sobre as circunstâncias da morte de Thiago.

Um vídeo recebido pela reportagem mostra moradores perplexos ao se depararem, em um dos becos da favela, com um corpo carbonizado em meio a um amontoado de lixo em chamas – as imagens são fortes. Não há confirmação se é outra vítima da guerra que aterroriza a comunidade nesta manhã.

Há relatos de pelo menos outros três mortos. A Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Rocinha, no entanto, informou em nota enviada às 13h que “equipes da UPP socorreram um homem na Rua 3 para a UPA da Rocinha. Há informações de outro baleado na Rua 2, porém os policiais ainda não conseguiram localizar o corpo. Policiais do Grupamento Aeromóvel seguem acompanhando a movimentação na região”.

*G1