Número de mortos vai a 60 em Brumadinho, diz porta-voz

  • Barragem da mineradora Vale se rompeu na sexta-feira em Brumadinho (MG), e um mar de lama destruiu casas e vegetação da região.
  • Até o momento, há confirmação de 60 mortos; 19 foram identificados; há 292 desaparecidos, 192 resgatados e 382 localizados.
  • Lama removeu refeitório da Vale e pousada do local em que ela ficava; havia 35 pessoas no local; pontos da cidade seguem ilhados.
  • Buscas estão no quarto dia; 136 militares de Israel darão apoio aos bombeiros.
  • Vale suspendeu pagamento de dividendos e de bônus a executivos, e criou comitês para ajudar vítimas, reparar danos e descobrir responsáveis.
  • A Justiça do Trabalho de Minas Gerais determinou o bloqueio de R$ 800 milhões da Vale, para indenizar os funcionários próprios e terceirizados da companhia por conta da tragédia em Brumadinho. A decisão, da juíza Renata Lopes Vale, é desta segunda. A Vale já foi alvo de outras três decisões de bloqueio, na Justiça comum, que somam R$ 11 bilhões, e visam a garantir recursos para dar assistência às vítimas e cobrir danos ambientais.