Ministério da Educação avalia rever suspensão de novos cursos de Medicina

Foto: Agência Brasil

Está sob análise do Ministério da Educação (MEC) a revisão do decreto de moratória que impede a criação de cursos de Medicina por cinco anos no Brasil. A proibição, que inclui também a ampliação de vagas em instituições que já oferecem a carreira, começou a valer no mês de abril de 2018, durante o governo Michel Temer.

 

Ao Estadão, o secretário substituto da Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (Seres), Marco Aurélio de Oliveira, afirmou que o ministro da Educação Abraham Weintraub solicitou os estudos para avaliar a continuidade da proibição.

 

“Não é abrir de forma indiscriminada, mas permitir a ampliação da oferta de vagas de medicina. Hoje tem faculdades com níveis excelentes, mas que não podem aumentar o número de vagas. A ideia é permitir a expansão de forma racional e bem discutida”, disse nesta sexta-feira (7) durante o Congresso Brasileiro de Educação Superior Particular, em Belo Horizonte.

*BN