SAJ: Empreendedores participam de workshop para indústria de alimentos

FOTO: Karla Barros

 

Santo Antônio de Jesus – Atuando em rede, empreendedores das cidades de Cairu, Valença, São Felipe, Mutuípe, Amargosa, Varzedo, Cachoeira e Santo Antônio de Jesus participaram na tarde desta quinta-feira (16) do workshop “Qualidade e produtividade para indústria de alimentos”. A atividade integra a trilha de atendimento Sebrae Conecta de serviços e foi realizada no auditório do Antonius Imperial Hotel, no Centro de Santo Antônio de Jesus.

Dielly Quadros há um ano resolveu empreender com o Supermercado e Padaria Bompreço, no bairro Cajueiro, em Santo Antônio de Jesus. Ela participou da capacitação e avalia como uma oportunidade única, sobretudo, por apresentar formas de atuação capazes de proporcionar melhores resultados nos negócios.

“É o segundo evento de produção que participo e é muito importante todo esse aprendizado para despertarmos para questões fundamentais que geram um retorno melhor nas empresas, como por exemplo o investimento quadro de colaboradores”, conta.

Nilza Vilas Boas empreende desde o final de 2018 no setor de panificação e confeitaria e destaca os ganhos obtidos com o workshop. “A palestra para mim foi muito gratificante porque sem dúvida poderei aplicar muito do que foi transmitido na prática, junto aos meus colaboradores, principalmente a parte de pesagem e controle de produtos”, acrescenta.

Para o palestrante e especialista no assunto, o também diretor na Associação Brasileira da Indústria de Panificação e Confeitaria (ABIP), Emerson Amaral, qualidade não deve ser um diferencial e sim uma obrigação do empresário. O desafio, porém, é a garantia do padrão de qualidade que com pequenos ajustes e dedicação pode ser mantida.

“Há ferramentas nas áreas de processo produtivo que envolvem planejamento e padronização de processos para o entendimento da função de cada colaborador no empreendimento, para que se possa obter uma melhor produtividade. Na parte de vendas, é possível trabalhar com a definição de posicionamento e exposição dos produtos e financeira, com maior disposição de informações dos negócios, algo que ajudará empreendedores na tomada de decisão.”, destaca.

Segundo Amaral, as soluções são implementadas por intermédio de consultoria e não há necessidade de aporte financeiro. “Todas as soluções são implementadas através de padronização de processos. O investimento é na sua dedicação, foco e disciplina para a efetivação dessas ferramentas no empreendimento.”, completa.

Para a analista no Sebrae em Santo Antônio de Jesus, Karla Barros, o evento apontou conteúdos importantes para o desenvolvimento e aperfeiçoamento do setor de indústria de alimentos na região. “Proporcionou aos empreendedores informações e ferramentas relevantes para facilitar a gestão das micro e pequenas empresas da indústria alimentícia frente aos desafios do mercado. Com isso, é possível garantir a qualidade dos produtos e serviços ofertados e diante da necessidade do aumento de produtividade por meio da estruturação de processos nas diversas áreas da empresa”.

 

Texto: Rafael Lopes