Salvador tem acordo para aquisição de 103 mil doses da vacina Coronavac

 

Salvador tem acordo para aquisição de 103 mil doses da vacina Coronavac

Salvador tem um acordo para comprar 103 mil doses da vacina Coronavac, produzida pela farmacêutica chinesa Sinovac e desenvolvida em parceria com o Instituto Butantan, em São Paulo. O imunizante seria usado para imunizar os profissionais de saúde da cidade, segundo afirmou hoje (5) o prefeito Bruno Reis, durante a inauguração da Lagoa dos Dinossauros, no Stiep.

Apesar da estratégia de imunização ser nacional e de responsabilidade da União, Bruno afirmou que a Prefeitura não está parada. Além da negociação com o Instituto Butantan, a capital baiana tem conversado com laboratórios fabricantes da vacina de diversos países.

A Prefeitura já reservou R$80 milhões no orçamento de 2021 para a aquisição de vacinas que sejam autorizadas pela Anvisa. “Para nós, não importa a nacionalidade da vacina. O importante é que ela seja autorizada, segura e tenha eficácia. Já temos recursos assegurados para a compra, e o ideal é que, de largada, Salvador tenha 380 mil doses para imunizar não apenas os profissionais de saúde, mas também os idosos acima de 60 anos”, disse Bruno Reis.

O prefeito disse também na manhã desta terça que a equipe da Johnson considera o plano de imunização contra a Covid-19 da capital baiana um dos melhores do Brasil. Segundo Bruno, a prefeitura ainda negocia a aquisição das vacinas desenvolvidas pela Moderna, pela Universidade de Oxford e pelas farmacêuticas russas (Sputnik V).

Fonte: Metro1