Salvador tem acordo para aquisição de 103 mil doses da vacina Coronavac

 

Salvador tem um acordo para comprar 103 mil doses da vacina Coronavac, produzida pela farmacêutica chinesa Sinovac e desenvolvida em parceria com o Instituto Butantan, em São Paulo. O imunizante seria usado para imunizar os profissionais de saúde da cidade, segundo afirmou hoje (5) o prefeito Bruno Reis, durante a inauguração da Lagoa dos Dinossauros, no Stiep.

Apesar da estratégia de imunização ser nacional e de responsabilidade da União, Bruno afirmou que a Prefeitura não está parada. Além da negociação com o Instituto Butantan, a capital baiana tem conversado com laboratórios fabricantes da vacina de diversos países.

A Prefeitura já reservou R$80 milhões no orçamento de 2021 para a aquisição de vacinas que sejam autorizadas pela Anvisa. “Para nós, não importa a nacionalidade da vacina. O importante é que ela seja autorizada, segura e tenha eficácia. Já temos recursos assegurados para a compra, e o ideal é que, de largada, Salvador tenha 380 mil doses para imunizar não apenas os profissionais de saúde, mas também os idosos acima de 60 anos”, disse Bruno Reis.

O prefeito disse também na manhã desta terça que a equipe da Johnson considera o plano de imunização contra a Covid-19 da capital baiana um dos melhores do Brasil. Segundo Bruno, a prefeitura ainda negocia a aquisição das vacinas desenvolvidas pela Moderna, pela Universidade de Oxford e pelas farmacêuticas russas (Sputnik V).

Fonte: Metro1




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *