Nazaré: Secretaria de Planejamento do município informa que prefeitura tem buscado medidas para ameninar problemas do lixão

Após publicação do Blog do Valente sobre descarte no lixão em Nazaré das Farinhas (veja aqui), o secretário de Planejamento, Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Meio Ambiente, Leonan Torres e o gerente do Departamento do Meio Ambiente, Jean Cerqueira emitiram uma nota de esclarecimento. De acordo com a nota, o problema decorrente do descarte se arrasta há décadas, mas a prefeitura tem providenciado amenizar os danos.

“Dentre as providencias que vem sendo tomadas pela atual gestão municipal destacam-se:

– Foi solicitada a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano apoio técnico e contemplação na construção de um Aterro, nos padrões sanitários e ambientais adequados, onde Nazaré foi contemplada pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC2), para estudo de concepção e seleção de área, em execução pela Conder (Centro de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia), a execução física está em 61,8%;

– O município também encontra-se no processo de construção do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos, através da Secretaria de Turismo da Bahia, no âmbito do Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo – PRODETUR NACIONAL BAHIA, plano esse, subsidiado por estudos in loco realizados pela empresa contratada RK/Engeconsult, que irá contemplar programas  que possibilitem melhor qualidade de vida para população, como coleta seletiva, programa de acompanhamento e fiscalização dos grandes geradores de resíduos e programa de reciclagem, habilitando o município a acessar recursos da União destinados a limpeza urbana e ao manejo de resíduos sólidos. Salientamos que já foi finalizada a fase de prognóstico e atualmente o processo de construção encontra-se na fase de Estruturação das Agendas Setoriais de Implantação do PMGIRS.

Dessa forma, esclarecemos que a Prefeitura Municipal de Nazaré não tem poupado esforços para resolução do descarte de lixo do município, preocupando-se em buscar mecanismos para que todos os problemas que envolvem o tema sejam devidamente sanados, contemplando inclusive às famílias que vivem do processo de coleta de material para reciclagem, através da proposta e implementação de projetos que ofereça dignidade aos mesmo”.