Grupo protesta contra resolução da tarifa social do ferry-boat em Salvador

Grupo protesta contra resolução da tarifa social do ferry-boat em Salvador — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Um grupo de moradores da Ilha de Itaparica começou um protesto no fim da tarde desta sexta-feira (7), no Terminal de São Joaquim, em Salvador, contra a resolução da tarifa social do ferry-boat.

De acordo com a Secretaria de Infraestrutura (Agerba), os critérios para realização do cadastro dos beneficiários da tarifa são: ser morador da Ilha de Itaparica, ou Vera Cruz, ser beneficiário do Programa Bolsa Família do Governo Federal e realizar cadastro do programa Tarifa Social da concessionária que opera o sistema, que foram estabelecidos em 2011.

Os manifestantes que fizeram o cartão de embarque antes dessa resolução, em 2018, estavam usando normalmente. Entretanto, com o recadastramento dos cartões, aqueles que não possuem Bolsa Família, não poderão usar a tarifa por causa da resolução.

Indignados, o grupo realizou bloqueios em algumas saídas do Terminal, mas as áreas foram liberadas após negociação com o órgão.

A Agerba informou que ainda não foi definido a data para o recadastramento e novas versões do cartão. Além da tarifa social, existem benefícios para idosos, pessoas portadores de necessidades espaciais, crianças (até cinco anos) e meia passagem para estudantes que moram na ilha e estudam em Salvador, se previamente cadastrados.

*G1