Covid-19: Bruno Reis diz que Salvador está negociando compra de vacinas direto com empresas

O vice-prefeito atual de Salvador Bruno Reis (DEM) e prefeito eleito nas eleições deste ano, contou que a prefeitura está negociando diretamente com empresas a compra de vacina contra a Covid-19. A declaração foi dada em entrevista à TV Record Bahia, nesta última sexta-feira (25/12).

De acordo com ele, enquanto a gestão municipal aguardar o processo de aprovação da CoronaVac, desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac, em parceria com o Instituto Butantan, também está negociando com as empresas Johnson e Johnson e Moderna. Reis declarou que a prefeitura está preparada para investir de R$ 60 a R$ 80 milhões na compra do imunizante.

O gestor afirmou também que o dinheiro sairá diretamente dos cofres municipais e o objetivo é não ficar ‘esperando’ pelos governos federal e estadual. “Vamos adquirir a vacina, não estamos esperando o Governo Federal. Desde quando eu fui eleito nós encaminhamos para o Instituto Butantan a formalização do desejo de querer adquirir essas doses. Falei por telefone com o governador João Dória (PSDB) e ele me garantiu que disponibilizaria uma cota para Salvador, então, o contato com a CoronaVac está feito, mas nós não estamos dependendo apenas dessa vacina. Existem outras”, explicou na entrevista.

Bruno ainda criticou o posicionamento do governo federal em relação à compra de vacinas. Infelizmente, o Brasil não comprou a vacina da Pfizer. Costa Rica, México, e Chile já começaram a vacinação, e o Brasil, maior país da América Latina, está atrasado. A gente lamenta, mas tem outras vacinas”, disse.

Fonte: Aratu