Salvador: empresários estão sendo penalizados por quem vai a paredões, diz vereadora Débora Santana

Presidente da Comissão Temporária para Avaliação dos Impactos da Pandemia da Covid-19 e em Defesa do SUS na Câmara de Salvador, a vereadora Débora Santana avalia que os empresários vêm sendo “penalizados” por conta das pessoas que descumprem as recomendações de autoridades na área de saúde.

“Se as pessoas tivessem a consciência de que pode abrir, mas que se deve ter cautela para não aglomerar… Os empresários estão sendo penalizados porque as pessoas estão indo para paredões e indo para festas clandestinas”, disse, em entrevista ao Bahia Notícias.

Para a vereadora, é fundamental que haja a reabertura das atividades não essenciais. Contudo, ela reconhece que é necessário abrir mais leitos de tratamento exclusivo da Covid-19.

“É necessário reabrir o comércio. Tem muita gente desempregada. E, para isto, estamos correndo para abrir novos leitos para equilibrar. Tudo na vida precisa de uma balança, e ela precisa estar equilibrada. Nesse momento, não queremos que aconteça um caos. A gente atende a um e desequilibra outro. Acreditando que, abrindo leitos até terça, começamos a fluir e comércio voltará a funcionar”, comentou.

FISCALIZAÇÃO

Nesta quinta-feira (11), Débora esteve no hospital de campanha montado em Itapuã. Antes, ela já visitou as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) do Imbuí e de Pirajá. Após visitar gripários na próxima semana, os membros do colegiado devem se reunir na quarta-feira (17) para preparar um relatório e apresentar ao prefeito Bruno Reis (DEM) e ao presidente da Câmara, Geraldo Jr. (MDB). O documento irá conter o diagnóstico do que foi analisado nas unidades de saúde montadas pela prefeitura.

“Há alguns pormenores, que são ajustes de questão de fluxo. Mas, no geral, está bem estruturado. As empresas que estão sendo contratadas são realmente voltadas a trabalho na saúde, com responsabilidade”, disse.

A vereadora é enfermeira e é ex-diretora do Hospital Roberto Santos. No ano passado, ela foi infectada pelo novo coronavírus e precisou ser internada numa UTI.

*BN