Operação da Polícia Civil já alcançou 20 suspeitos de tráfico e homicídios em Salvador

Polícia Civil Foto: Divulgação/ Ascom – Polícia Civil

A Operação Hégira, deflagrada pelo Departamento de Repressão e Combate à Corrupção, ao Crime Organizado e à Lavagem de Dinheiro (Draco) nesta quarta-feira (22), já alcançou 20 integrantes de um grupo criminoso investigado por tráfico de drogas e homicídios na capital baiana.

Dos vinte mandados judiciais, sete foram cumpridos no sistema prisional. Um dos internos é apontado como líder do tráfico de drogas no Calabar. Dos 13 criminosos localizados em diferentes bairros de Salvador, cinco eram monitorados por tornozeleira eletrônica.

Duas pessoas que estavam com mandados de prisão temporária em aberto também foram autuadas em flagrante por tráfico de drogas. Augusto César dos Santos Barbosa, conhecido como ‘China’ e apontado como uma das lideranças do tráfico em Salvador, foi localizado em um imóvel na Barra. Ele resistiu à prisão e confrontou com as equipes policiais, sendo atingido por disparos de arma de fogo.

‘China’ responde a quatro homicídios, sendo três como mandante e um como executor. Ele também é tutor do pitbull que atacou dois cães na Barra e usava o animal para amedrontar moradores e comerciantes do bairro.

Outros integrantes da organização criminosa, liderada por internos do sistema penitenciário e que fazem parte de um grupo de São Paulo, estão sendo procurados. Além dos mandados de prisão, a Justiça também decretou o bloqueio de contas bancárias e congelamento de ativos financeiros dos investigados.



Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia