Deixar de tomar a segunda dose da vacina gera baixa imunidade

Imagem: Reprodução/CNN

Mais de 1,5 milhão de brasileiros não tomaram a segunda dose da vacina contra a Covid-19. É o chamado abandono vacinal, com piores índices em São Paulo, Bahia e Rio de Janeiro.

Para o senador Wellington Fagundes (PL-MT), deixar de tomar a dose, além de não gerar imunidade completa no vacinado, coloca em risco toda a população.

“Não foram receber a segunda dose, mesmo com a vacina reservada para aqueles que receberam a primeira dose. Isso para mim é um absurdo. A pessoa que já recebeu a primeira dose poder colocar em risco a sua própria vida e até milhares de pessoas no Brasil”, pontuou.

Nilda Gondim (MDB-PB) cobrou uma campanha de conscientização. “Vale lembrar que as pessoas que não tomaram a segunda dose continuam vulneráveis ao Covid-19”, afirmou.

Fonte: Agência Senado