“É uma farra com o dinheiro público, pois é o povo quem paga”, diz vice-presidente de observatório de SAJ sobre a troca dos carros dos vereadores

“É uma farra com o dinheiro público, pois é o povo quem paga”, diz vice-presidente de observatório de SAJ sobre a troca dos carros dos vereadores
Carly Chesma, vice-presidente do Observatório Social em Santo Antônio de Jesus Foto: Reprodução/Blog do Valente

Em entrevista ao Programa do Valente na noite desta terça-feira (18) o vice-presidente do Observatório Social em Santo Antônio de Jesus, Carly Chesma falou a respeito da substituição da frota de carros que servem ao legislativo.

14 veículos foram adquiridos há cerca de 4 anos e vem servindo aos vereadores. Para Chesma, há uma irresponsabilidade com o gasto do dinheiro público e classificou como ‘farra’ alguns gastos do legislativo.

“Visitamos algumas cidades do mesmo porte de Santo Antônio de Jesus e nenhuma delas com esse benefício de garantir a cada vereador um veículo. No máximo que você encontra é dois ou três veículos para servir a todos da Câmara. Aqui é o povo quem paga seguro, custeia manutenção e gasolina. Mais um custo que o povo irá arcar”, colocou.

Em sessão na Câmara de Vereadores desta segunda (17), o vereador dr. Gil Couto cobrou dos edis maior responsabilidade com o uso do veículos e chegou a alegar que os carros usados pelos vereadores estariam sucateados. De acordo com Gil Couto, ele retira de seu salário para colocar gasolina em um veículo que usa para realizar atividades pertinentes a seu mandato.

Para o presidente da Casa Legislativa, Chico Damasceno, o gasto com manutenção, que segundo pontuou, custaria em torno de 10 ou 15 mil reais seria inviável  e afirmou que prefere usar veículos locados.