Servidores do BC ameaçam greve por tempo indeterminado

Bc

Os servidores do Banco Central (BC) ameaçam entrar em greve por tempo indeterminado caso não seja agendada até o dia 22 de março uma reunião com o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira.

A informação foi divulgada nesta quinta-feira (17) pelo Sindicato dos Funcionários do Banco Central (Sinal).

A categoria pede ainda que seja enviado ofício do presidente do BC, Roberto Campos Neto, solicitando, ao governo federal, reajuste salarial nos mesmos moldes do que vai ser concedido aos policiais federais.

Segundo o Sinal, se as reivindicações da categoria não forem atendidas, será colocado em assembleia o indicativo de greve por tempo indeterminado.

Os servidores também avaliam a entrega das comissões na mesma data.

Além disso, os substitutos de todas as funções comissionadas do Banco Central solicitaram, coletivamente, a publicação imediata de portarias anulando as nomeações.

Os servidores já tinham feito uma paralisação na quarta-feira (9).

Segundo o Sinal, o movimento teve 60% de adesão.

*Bahia.Ba