Flamengo dispensa 5 sobreviventes da tragédia do Ninho do Urubu

Todo início de ano a diretoria da categoria de base do Flamengo se reúne para traçar o planejamento da temporada e avaliar os jovens atletas do clube. Para 2020, a decisão foi dispensar 27 nomes, entre eles cinco são sobreviventes da tragédia do Ninho do Urubu, que está próxima de completar um ano, no dia 8 de fevereiro.

Caike Duarte Pereira da Silva (2005), Felipe Cardoso (2003), João Vitor Gasparin Torrezan (2005), Naydjel Callebe Boroski Struhschein (2005) e Wendel Alves Gonçalves (2005) e os demais não foram aprovados nas avaliações, principalmente, nas partes técnica e projeção no clube.

A diretoria rubro-negra entende que a liberação desses atletas é uma forma de fazer com que eles encontrem um time aonde possam atuar mais e darem sequência à sua formação e desenvolvimento.

*Metrópole