Flamengo demite fotógrafo que registrou jogadores sem máscara em avião

Flamengo demite fotógrafo que registrou jogadores sem máscara em avião

Foto: Reprodução / Twitter @flamengo

O Flamengo demitiu o funcionário Matheus Grangeiro, responsável pelas redes sociais do clube, após uma imagem registrada por ele repercutir e causar polêmica. Na foto, os jogadores do clube aparecem sem máscara no avião que trouxe o rime de volta do Equador ao Brasil.

O presidente do clube, Rodolfo Landim, chegou a tratar sobre a situação em um programa de TV, o “Redação SporTV”. Durante sua participação, o gestor comentou com naturalidade sobre o ocorrido, mas foi o próprio que determinou a demissão do colaborador, nesta sexta-feira (25).

“É óbvio que, na hora de tirar uma foto, você não fica de máscara. Eu não tiro foto com máscara. Quando vou tirar uma foto, tiro a máscara, prendo a respiração e tiro a foto. Isso acontece com todo mundo. Vamos relevar isso aí. Os jogadores jogam sem máscara, é difícil de conter, é coisa natural. Eles se cumprimentam, se abraçam”, disse Rodolfo Landim.

Segundo o GE, a aparição dos jogadores no avião em fotos nas redes sociais é uma praxe nas viagens do Flamengo, especialmente após vitórias em jogos. Na partida disputada no Equador pela Copa Libertadores da América, o Flamengo derrotou o Barcelona de Guayaquil.

O funcionário demitido chegou a comparecer ao Ninho do Urubu e trabalhou durante o treino da manhã. A demissão só veio à tarde. Ele estava responsável pela assessoria de imprensa do clube na partida contra o Palmeiras, já que outros dois profissionais da área contraíram Covid-19 após a viagem a Guayaquil.

Matheus Grangeiro se pronunciou sobre a demissão em seu Instagram. “Em 10 anos de futebol e 26 de vida, nunca fizeram algo tão covarde comigo como o que aconteceu nesta sexta-feira. Apenas agradecer ao CRF pela oportunidade”.

BN