TRT nega recurso para bloquear bens do Flamengo por conta de incêndio

Foto : Tomaz Silva/Agência Brasil

Depois de completar dois anos ontem (8), o incêndio que matou dez atletas do Flamengo e deixou outras duas pessoas gravemente feridas ainda não teve seu desfecho na justiça. Na manhã de hoje (9), a 9ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 1ª Região negou recurso do Ministério Público do Trabalho (MPT) para julgar um pedido de bloqueio de R$ 100 milhões das contas do Flamengo. O montante serviria para pagar eventuais indenizações às famílias vítimas do incêndio do Ninho do Urubu.

O incêndio matou jovens das categorias de base do clube. Para pedir o bloqueio o MPT argumentou que os clubes do Rio têm situações financeiras complicadas e que seria necessário fazer o “provisionamento dos recursos” para reparar os danos de familiares das vítimas no futuro.

Metro1