Volante do Vitória vê time como superior; Clube voltará a entrar em campo neste sábado

” Sabemos que o futebol brasileiro é muito dinâmico, muito técnico”, disse Pablo (Pietro Carpi/EC Vitória)

Há pouco mais de um mês, o volante uruguaio Pablo Siles foi anunciado pelo Vitória. O jogador de 23 anos foi emprestado pelo Danubio para ter a primeira experiência no futebol estrangeiro. Ao longo desse tempo, ele foi ganhando espaço e, atualmente, é um dos titulares no meio-campo da equipe.

Nesta sexta-feira (25), Pablo concedeu sua primeira entrevista coletiva pelo Leão e falou sobre a adaptação ao Brasil, além das diferenças de estilos de jogo praticados por aqui e no Uruguai.

“A verdade é que eu pensei que ia custar um pouco mais me adaptar, mas os companheiros fizeram minha adaptação mais fácil. Sabemos que o futebol brasileiro é muito dinâmico, muito técnico. É uma diferença tremenda em comparação com o jogo no Uruguai, é muito mais técnico e dinâmico”, disse o volante.

O jogador também comparou a estrutura no futebol brasileiro. “A diferença é muito grande. Estava em um clube importante do Uruguai, o Danúbio, mas é uma diferença muito grande em nível de estrutura e também futebolístico”.

Desde que Ramon Menezes assumiu o comando técnico do Vitória, Pablo tem sido usado em todos os jogos. Ele analisou o desempenho do time, e avaliou o que a equipe precisa evoluir para engatar uma campanha melhor na Série B. Até aqui, o rubro-negro soma seis pontos, e é 13º colocado.

“Fomos superiores aos nossos rivais, mas, por mais que sejamos superiores, o que importa é o resultado, é o que manda no futebol. Creio que o que nos falta é finalizar melhor as jogadas. Fomos superiores aos rivais que enfrentamos, mas, por mais que tenhamos sido superiores, precisamos ganhar. Isso que nos falta: finalizar”, afirmou.

O Vitória voltará a entrar em campo neste sábado (26), quando a equipe enfrenta o Londrina, às 18h30, no Barradão, pela 7ª rodada da Série B.

 

*Correio