Santos desiste da contratação de Clayson, acusado de agredir mulher

Foto: reprodução

O Santos não vai contratar o atacante Clayson, que tem contrato com o Bahia até o final de 2022. A decisão é do presidente do Peixe Andres Rueda. Em conversa com o site ge.globo, o dirigente disse que o atleta foi oferecido, mas recusado por não fazer parte dos planos do clube.

Apesar de ter sido um pedido do técnico Fábio Carille, pesou contra Clayson o fato de ter sido acusado de agredir uma mulher, de 22 anos, num motel no Mato Grosso. Por causa disso, ele teve o contrato de empréstimo com o Cuiabá rescindido (lembre aqui). Quando surgiu a informação do interesse do Peixe, um grupo de torcedoras da equipe paulista divulgou um manifesto contra a chegada do atleta.

O Bahia não se manifestou sobre a acusação de agressão contra Clayson. No último dia 20, durante reunião com o Conselho Deliberativo, o presidente Guilherme Bellintani justificou o silêncio dizendo se tratar de uma questão jurídica .

A vítima da agressão registrou Boletim de Ocorrência. No documento, ela contou que estava acompanhada por Clayson e mais dois homens e uma mulher. Num determinado momento, o atacante quebrou uma garrafa e agrediu a jovem. Ela ainda disse ter tentado suicídio ao chegar num hotel ao cortar o pescoço com um pedaço de outra garrafa e ter ingerido comprimidos para depressão.

Clayson chegou ao Bahia em 2020, mas nunca conseguiu se firmar no time e acabou sendo emprestado ao Cuiabá neste ano. Pelo Tricolor, ele disputou 42 jogos e marcou três gols.

Fonte: Bahia Notícias