Filha do cantor Belo é presa acusada de integrar quadrilha no Rio

Isadora Alkmin Vieira, 21 anos, filha caçula do cantor Belo, foi presa acusada de integrar uma quadrilha de 12 mulheres, especializada em fraudes de contas bancárias e ligada ao tráfico de drogas do Complexo da Maré, no Rio de Janeiro.

Em entrevista ao jornal O Globo, o cantor disse estar surpreso com a prisão de Isadora, que estuda odontologia. A detenção ocorreu na quarta-feira (11).

“Falei com ela semana passada por telefone e ainda perguntei de tudo, da faculdade e tal. Dei sempre todo suporte como pai, pensão, faculdade, educação e amor. Me sinto muito triste e quero ser respeitado neste momento”, afirmou.

A quadrilha foi desarticulada pela Delegacia de Combate às Drogas (Dcod) da Polícia Civil do Rio de Janeiro. Segundo as autoridades, elas aplicavam o “golpe do motoboy”: passavam-se por atendentes de banco e ligavam para as vítimas alegando que havia um problema com o cartão de crédito.

As suspeitas induziam as vítimas a passarem os dados bancários por telefone. Em seguida, um motoboy integrante da quadrilha recolhia o cartão da pessoa, fingindo ser um funcionário do banco.

A polícia estima que a quadrilha arrecadava entre R$ 600 mil e R$ 1 milhão por mês. Foram apreendidos celulares, notebooks, máquinas de cartão e outros objetos.

Fonte: Metrópole