Marinha afirma que não há mais óleo em praias do Nordeste, apenas ‘pelotas’ no mar

Foto : Daiverson Melo/Leitor Metro1

 

O comandante de Operações Navais da Marinha, Leonardo Puntel, afirmou ontem (26) que não há mais manchas de óleo nas praias do Nordeste, apenas “pelotas” residuais. Além disso, o governo decidiu transferir para o Ministério da Defesa, em Brasília, a sede da estrutura de monitoramento da situação, que estava concentrada no Nordeste.

“Neste momento, não há registro de óleo em praias no Nordeste. Há registro de óleo em mangues, mas, em praias, elas estão limpas”, afirmou Puntel, em uma coletiva de imprensa no Ministério da Defesa ontem (26). “Ainda existem pelotas de óleo no mar não são grandes manchas como estavam acontecendo, mas, sim, pequenos pedaços ou pingos que na maré alta vão para a praia e na maré baixa a gente recolhe”, completa.

O comandante pontuou ainda que é difícil dizer se o pior já passou, mas que “a situação atualmente é menos alarmante que há uma semana”. Segundo ele, antes de chegar às praias, o óleo fica submerso no mar e não na superfície, não sendo identificado a olho nu ou por radares, o que torna impossível uma avaliação se existe mais petróleo vazado para chegar ao litoral.