SAJ: Drª. Nil esclarece sua atuação como advogada no Sindicato dos Trabalhadores Rurais

 

Leia na íntegra abaixo a nota da Drª. Nil sobre sua atuação como advogada no Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Santo Antônio de Jesus

“Fui surpreendida em data de 31 de março de 2021, com meu nome incluído em uma denúncia do MPF, pautada em um depoimento, ao qual menciona a cobrança por serviços advocatícios, cobrados licitamente conforme prerrogativa minha enquanto advogada e sugerida por tabela de honorários da OAB.
Ressalta-se que nunca fui a cidade de Sapeaçu/BA, nunca mantive contato com qualquer servidor daquela agência do INSS, é só conheço o diretor do Sindicato Rural de SAJ.
Prestei serviços de atendimento jurídico junto ao sindicato dos trabalhadores rurais de SAJ em diversos seguimentos do direito, prestando a devida atenção aos associados e/ou cliente que lá procurasse para demandar dos meus serviços, entre eles, demandas previdenciárias, portanto, absolutamente normal tratar com o senhor Ciro Raimundo, diretor de previdência daquele sindicato, atuante a mais de 20 anos, para dirimir dúvidas e discutir situações trazidas pelos associados/clientes ou dentro da temática de competência do diretor.
Frisa-se que em momento algum fora prometido algo ilícito ou cobrado por qualquer ilegalidade, mas sim por assistência jurídica, que engloba desde a composição administrativa até uma lide judicial.
Atuo na advocacia desde 2013, como também atuo na área de gestão pública municipal e na política santoantoniense, reconhecidamente pelas pessoas de minha cidade pelo caráter, probidade, decoro e honestidade, nunca tendo qualquer fato que pudesse desabonar minha conduta ou macular meu nome e o mister profissional.
Rechaço veementemente a denúncia ao tempo que ficará fartamente provada nos autos a minha absoluta inocência e que a pessoa citada em questão, trata-se de uma TRABALHADORA RURAL e e inclusive PENSIONISTA RURAL, o que será apresentado farta documentação em sede de defesa.
Cabendo assim, em momento oportuno a responsabilização judicial de quaisquer atos caluniosos, difamatorios e contra minha integridade, como circula em rede social, por pessoas inescrupulosas, maldosas, midiáticas e sem caráter, tentam utilizar de interesses escusos para desgaste político.
Att,
Nil Correia”