Capital e interior da Bahia terão esquema especial de segurança durante o verão; saiba mais

Salvador e cidades do interior da Bahia estão com o policiamento reforçado até 28 de fevereiro. A ação faz parte da Operação Verão da Polícia Militar que irá reforçar a segurança nas áreas litorâneas, pontos turísticos e ações preventivas em Salvador.

De acordo com a PM, nesse período, serão empregados policiais militares em regime extraordinário, totalizando 20 mil plantões extras na Bahia.

A novidade da operação este ano é que em alguns pontos de Salvador os policiais militares usarão bicicletas, ao todo serão 35.

“A principal novidade é o emprego das bicicletas. É um policiamento ecológico, com menores custos, com boa mobilidade, que também favorece a saúde do policial. A Operação Verão é um tradicional programa de reforço à segurança do estado da Bahia acontece, sobretudo, na estação verão onde o fluxo de turistas é maior. Estamos reforçando todo o litoral e interior como Chapada [Diamantin], áreas do oeste, Rio São Francisco, sítios históricos, costa dos Coqueiros, do Dendê, Cacau, entre outros”, explicou o coordenador geral de Serviços Extras da PM-BA, Major Marcos Vergner.

A Operação Verão também dará apoio nas ações de prevenção e enfrentamento ao novo coronavírus.

PMs fiscalizarão praias, hotéis, bares e condomínios no dia 31

Seis mil policiais militares atuarão no dia 31 de dezembro, fiscalizando possíveis festas ilegais, na Bahia, segundo informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA).
Unidades territoriais e especializadas darão atenção especial às praias, condomínios, hotéis, bares e espaços com histórico de eventos. Em Salvador, os bairros da orla marítima terão patrulhamento reforçado. Regiões mais populares, com registros recentes de paredões, também serão fiscalizadas.
Na região metropolitana de Salvador e interior, principalmente nas cidades turísticas, as guarnições realizarão patrulhamento terrestre e, se necessário, com uso de embarcações para acessos à ilhas.
Vale destacar que está em vigor um decreto estadual que proíbe a realização de shows e festas na Bahia, independentemente do número de participantes.

Fonte: G1